Para quem quer saber a origem do beef entre Piruka e Holly Hood, fica aqui os factos.

 

No dia 16 de Junho de 2016, Holly Hood lança o single “Fácil” que faz parte da primeira parte do seu álbum, “O dred que matou Golias”. Tendo este feito imenso sucesso, no seu videoclip, a modelo escolhida foi Isa Pólvora, a mesma que Piruka, juntamente com Mota Jr, usou no seu videoclip para o single “Ca bu fla ma nau” lançado no dia 28 de Outubro do mesmo ano, do seu álbum “Aclara” lançado dia 5 de Janeiro de 2017.

 

Ao que tudo indica, tudo começou por Piruka ter escolhido a mesma modelo de “Fácil” de Holly Hood, no seu single “Ca bu fla ma nau”.

 

No dia 15 de Abril de 2017, 9 Miller lança o single “Filho da Guida”, onde se pode ouvir:

“O ****** também as quer mas a gente sabe,

depois de nós para sentir a que é que a gente sabe,

“uuuuuuh não faz isso”.”

Depois de muita especulação para se saber a quem é que 9 Miller se dirigia, eis que surge a confirmação por parte do mesmo numa recente atuação, onde se pode ouvir:

“O Piruka também as quer mas a gente sabe”.

Direcionando-se assim a Piruka, aparentemente por este, como dito anteriormente, ter escolhido a mesma modelo que Holly Hood escolheu para o videoclip de “Fácil” no seu próprio videoclip de “Ca bu fla ma nau”.

Fazendo parecer assim que Piruka se tentou aproveitar do sucesso que Holly Hood fez ao ter escolhido a modelo Isa Pólvora para o seu videoclip, e é aí que Holly Hood aparece em destaque no videoclip de “Filho da Guida” de 9 Miller e diz:

“Uuuuuuh, não faz isso”.

 

 

No dia 16 de Outubro de 2017, Holly Hood lança o single “Cala a boca”, da segunda parte do seu álbum, “Sangue Ruim”. Lançando mais barras em direção a Piruka:

“Boy, sempre a mesma conversa enjoa” – Holly aqui refere o que muitos criticam em Piruka, dizendo que fala sempre do mesmo, da sua infância e da sua filha.

“Larga as minhas se não tens mais nada” – Referindo-se novamente a Piruka ter usado a mesma modelo que ele para o seu videoclip.

“Se a moeda for ao ar na boa,

vais ver uma linha que separa,

os reais que metem fé na coroa,

dos falsos que metem fé na cara”. – Piruka tem uma tatuagem na cara onde se pode ler “Fé”.

Depois de Holly Hood ter lançado o “Cala a boca”, o mesmo e Piruka tiveram um pequeno “beef social”, em resposta ao single de Holly Hood, Piruka na sua história do Instagram acusou o mesmo de plagiar o refrão do single do rapper francês Niska, “Cala boca”, com participação de Gradur. Pouco tempo depois Holly Hood utilizou a sua história do Instagram para colocar um vídeo onde Piruka ia num carro a ouvir a sua música, em resposta, duas a três horas depois, Piruka respondeu com outro vídeo na sua história no Instagram onde era a vez de Holly Hood estar na rua a ouvir a música de Piruka.

 

 

13 dias depois, no dia 29 de Outubro de 2017, Piruka fez uma resposta direta a Holly Hood com “Não faz isso”, produzido por Khapo, samplando a voz de Holly Hood.

Desta vez foi a vez de Holly Hood que no dia seguinte ao lançamento da resposta direta de Piruka, recorreu às histórias do Instagram para acusar Piruka de plágio, dando a entender que o início do beat produzido por Khapo para o single “Não faz isso” de Piruka é semelhante ao single de Nicki Minaj, “Only”, com a participação de Drake e Lil Wayne.

 

 

 

No dia 15 de Novembro, Holly Hood lança o single “R.I.P. Holly Hood”, onde tenta colocar um fim no beef que começou com o single de 9 Miller, “Filho da Guida”, e onde foi a sua vez de samplar a voz de Piruka.

Sem sucesso ao tentar acabar com estes confrontos, e depois de mais uns confrontos sociais através do Instagram entre os dois, Piruka responde oito dias depois lançando “Certidão de óbito” no dia 23 de Novembro de 2017.

 

 

 

Veremos se o confronto entre ambos fica por aqui.

Comentários

loading...